top of page

Pré-venda com envio do livro a partir do dia 15 de dezembro

 

"Eu pertenço a uma geração que entrou na École Normale Supérieure em 1960. Isto não é indiferente de um ponto de vista histórico. Havia em nosso grupo alunos, que pouco a pouco se constituiram ao redor de Althusser, com certeza, mas também os discípulos. As pessoas um pouco mais velhas como Pierre Macherey e depois pessoas um pouco mais jovens, futuros maoístas, como Dominique Lecourt. Isto se espalhou por cinco ou seis anos. De um lado então, o ano 1960, foi dois anos antes do fim da guerra da Argélia e era o ano, alguns meses depois, da publicação da Crítica da Razão Dialética, de Jean-Paul Sartre. Nós havíamos sido politizados pela guerra da Argélia. Nós éramos todos militantes na UNEF que era o primeiro sindicato francês a ter empreendido um encontro com os sindicatos argelinos ligados a FLN para tentar coordenar ações de luta contra a guerra. Esse era um contexto de intensa politização e mobilização, mas também de conflitos internos bastante intensos. O fundo de nossa politização era fundamentado principalmente na mobilização anti-colonial, e por conseqüência, anti-imperialista. Era também a época em que o Partido Comunista havia decido organizar um centro de estudos de pesquisa marxista com revistas como La Pensée ou La Nouvelle Critique. Ele havia decidido organizar as semanas de pensamento marxista. Para dar a ideia da época, eu evocaria 1961, o ano seguinte a publicação do livro de Sartre. O principal evento da Semana do pensamento marxista nesse ano de 1961 era o debate que havia oposto Sartre e nosso diretor da École Normale Supérieure Jean Hippolyte, o famoso especialista em Hegel, de um lado e de outro, Roger Garaudy, representando a linha oficial do PC na filosofia, e Jean-Pierre Vigier, resistente, físico e filósofo, membro do comitê central. Esse debate teve lugar na grande sala da Mutualité Archicomble. O evento foi enorme. Althusser era professor de filosofia associado e encarregado de nos preparar para o exame de agregação. Evidentemente, seus cursos não eram sobre o marxismo, mas sobre toda sorte de outros temas. Ele havia, no entanto, começado a publicar no La Pensée, em 1961, um primeiro artigo seguido de vários outros, que imediatamente provocaram um animado debate dentro e fora do Partido. Nosso interesse foi imediatamente atraído. Nós fomos encontrá-lo e propusemos constituir um grupo de trabalho que se tornou progressivamente uma pequena equipe. Certamente, ela não durou muito tempo. Ela resistiu, mesmo antes de 1968, às tensões internas bastante acentuadas, mas durante vários anos nós trabalhamos juntos de forma sistemática, tanto o marxismo como a filosofia francesa da época na qual, a nossos olhos, o grande evento era o nascimento do estruturalismo. Nós organizamos um seminário público que durou todo o ano. Ele foi imediatamente publicado. Foi nesse momento que a influência de Althusser foi máxima para uma certa parte da inteligência da esquerda marxista ou marxisisante na França". - Étienne Balibar

 

Política de Envio

 

Esta editora, que está no mercado há 8 anos, resume-se no trabalho de 3 pessoas. Klaus Scarmeloto, Lucas Zubelli e Nádia Scarmeloto. Que dividem todos os trabalhos: editorial, agitação e propaganda, realização de lives, realização do projeto gráfico, revisão, catalogação, ISBN, código de barras e etc.

 

A terceirização de trabalhos nem sempre é realizada.

 

Nossa política de envios é realizada de maneira diferente devido as condições concretas. Não há agências dos correios nas proximidades, deste modo vamos aos correios todas as sextas feiras, exceto se o comprador optar pela compra de PAC ou SEDEX, situação no qual os correios vem a sede da editora para retirar os livros e envia-los.

 

A duração das pré-vendas ocorrem no mínimo 3 meses. A Editora depende deste sistema, para que se pague o trabalho de confecção das obras previamente ao envio.

 

Quando uma obra se esgota no estoque, ela volta ao status de pré-venda, isto porque ocorrem revisões, modificações e acréscimos as obras. Por vezes, altera-se todo o projeto gráfico.

 

Atrasos nas entregas das pré-vendas podem acontecer. Comunicaremos toda e qualquer situação de atraso.

 

Livros de outras editoras não são enviados do mesmo endereço.

 

Para qualquer dúvida, reclamação, crítica ou elogio, entre em contato com nossos editores: 11-9-8379-6236 (Klaus Scarmeloto: projeto gráfico, editorial, correios, agitação e propaganda) 22-9-9931-3052;  (Lucas Zubelli: editorial, projeto gráfico, agitação e propaganda, envio de livros de outras editoras). A melhor forma de obter rapidamente nossa atenção é via WhatsApp ou via redes sociais.

 

Nossos e-mails: klauscarmeloto@gmail.com; cienciasrevolucionarias@gmail.com; contato@cienciasrevolucionarias.com

 

Nossas redes sociais: https://www.facebook.com/klausscarmeloto; https://twitter.com/KScarmeloto; https://www.instagram.com/klaus_scarmeloto/; https://www.facebook.com/Lucaszubelli; para acesso as redes sociais da editora, basta colocar na busca “ciências revolucionárias”.

Ler o Capital - Volume 2 - Althusser, Balibar e Establet

R$ 45,00 Preço normal
R$ 35,00Preço promocional
Previsão de Entrega para Final de Setembro
    bottom of page