top of page

O livro O Príncipe da Privataria (2013, Geração Editorial), do jornalista Palmério Dória, narra as façanhas que FHC e sua trupe fizeram para garantir a reeleição e alienar o patrimônio público.

Recheado de “segredos de polichinelo” sobre a “má conduta” de membros da administração tucana, o livro expõe claramente como a política está longe de ser uma ciência exata: a administração FHC pôde ignorar incontáveis denúncias de desvio de dinheiro público porque o espírito da época – a vitória inconteste do neoliberalismo, o apoio dos meios de comunicação à “revolução liberal”, a parcialidade da Justiça, etc. – não permitia que os “segredos de polichinelo” (“segredos” conhecidos por todo mundo) se materializassem em alguma forma de questionamento da ordem, seja na forma de CPIs ou operações da Polícia Federal.

O PRINCIPE DA PRIVATARIA -PALMÉRIO DORIA

R$ 25,00Preço
    bottom of page